MENUMENU

Colóquio na OAB debate relação entre direito e literatura

A Escola Superior de Advocacia da OAB Paraná promoveu nesta sexta-feira (22), em parceria com a Academia Paranaense de Letras Jurídicas, o 1º Colóquio Direito e Literatura: Homenagem aos 120 anos de Jorge Luis Borges. O evento teve início pela manhã e se estendeu até o final da tarde, com palestras de professores e acadêmicos.

O colóquio contou com o apoio da Caixa de Assistência dos Advogados e trouxe para as palestras de abertura e encerramento os doutores Alicia Ruiz e Carlos Maria Cárcova, da Universidade de Buenos Aires. A abertura dos trabalhos foi feita pela conselheira federal Graciela Marins e pelo presidente da APLJ, Carlyle Popp. Estiveram presentes o presidente da Academia Paranaense de Letras, Ernani Buchmann, o vice-presidente da APLJ, desembargador Clayton Maranhão, a advogada Rogéria Dotti, ex-coordenadora da ESA, e a secretária-geral adjunta da CAA-PR, Silvana Niemczewski.

Antes da palestra inaugural, o público pode apreciar o concerto literário Labyrinthus entre um e outro (leitura interpretada de “O jardim dos caminhos que se bifurcam”, “O outro” e  “O sul”, acompanhada pela música de Astor Piazzolla e Heinrich Biber).

Borges, realidade e ficção

A professora Alicia Ruiz abordou o tema “Quem é Borges e qual sua relação com Buenos Aires. O Tempo, o Labiríntico, a Memória e o Direito”. Ela  falou sobre a relação entre direito de literatura a partir do conto de Jorge Luiz Borges, “Emma Zunz”, baseado numa crônica policial dos anos 20. Alicia explicou que escolheu esse texto porque ele sintetiza as questões, os temas e as obsessões que permeiam toda a obra do escritor argentino.

Segundo ela, o conto de Borges se situa numa zona entre o real e o fictício, instigando um dilema que também afeta o universo do direito  – a dúvida sobre o que é verdadeiro e a desconfiança sobre as evidências. “É um problema que enfrentamos permanentemente no discurso jurídico e resolvemos com muita dificuldade”, disse.

Ao longo do dia, os painéis de debates contaram com a presença também dos professores André Karam Trindade (UniFG), Paulo Venturelli (UFPR), Maria Josele Bucco Coelho (UFPR), Vera Karam de Chueiri (UFPR) e Luiz Antonio Câmara ( UFPR).

FONTE: OAB/PR

Galeria completa: clique aqui

 

Postado em: Notícias | Tags:

© 2019 - OAB-PR - Coordenação de Informática - Todos os Direitos Reservados