MENUMENU

ESA apresenta aos conselheiros projeto de mentoria para advogados iniciantes

Na sessão do Conselho Pleno desta sexta-feira (13), os conselheiros conheceram uma proposta inédita da Escola Superior de Advocacia para a advocacia iniciante. Trata-se de um projeto de mentoria com o objetivo de preparar os novos profissionais para o mercado de trabalho.

O projeto foi apresentado pela coordenadora-geral da ESA, Adriana D’Avila Oliveira, ao lado do presidente da Comissão da Advocacia Iniciante, Wagner Mauricio de Souza Pereira, da vice-presidente da Comissão da Advocacia Corporativa, Cláudia Trancozo e de Luciana Kischino, membro da mesma comissão. O projeto é uma parceria da ESA com a Sociedade Brasileira de Desenvolvimento Comportamental do Rio Grande do Sul (SBDC/RS) que, através do mentor Marcos Ronsoni, prepara os mentores paranaenses.

Inicialmente será oferecido um curso para formação de mentores, dirigido a advogados mais experientes que tenham interesse em transmitir conhecimentos aos mais jovens.  Os mentorados participarão de um ciclo de 10 meses de preparação a ser ofertado para profissionais que tenham entre 3 e 5 anos de formação.

“A intenção é que daqui a um ano, quando fecharmos o primeiro ciclo, tenhamos advogados mais preparados, com formação aderente às necessidades do mundo jurídico atual, alinhados às inovações e até mesmo empregados”, explicou Adriana. O trabalho será desenvolvido em parceria com os departamentos jurídicos de grandes empresas e com sociedades de advogados consolidadas no Paraná.

Experiência compartilhada

“Entendemos nossa experiência poderia ser compartilhada”, destacou Cláudia Trancozo. “O que ganhamos sendo mentores? Além da possibilidade de ajudar os novos advogados, a de garantir de mais qualificação em nossos escritórios e departamentos”, declarou.

O presidente da Comissão da Advocacia Iniciante alertou sobre as dificuldades enfrentadas pelos mais jovens. “Era importante que a OAB olhasse para eles”, disse Wagner Maurício.

“Estamos iniciando algo inovador e fazendo mais uma prestação de contas de um compromisso que assumimos durante a campanha: estimular e abrir novas oportunidades de trabalho àqueles que estão iniciando a carreira. Tenho certeza que, com a participação dessas corporações, acompanhando por meio dos seus departamentos jurídicos a formação desses profissionais, estaremos abrindo portas e oportunidades de trabalho aos novos colegas”, afirmou o presidente Cássio Telles, anunciando outro projeto voltado aos iniciantes – o Advocacia Viva, também com a participação de profissionais mais experientes, que estão aposentados e têm disposição de ainda colaborar com a instituição.

Fonte: OAB/PR

 

Postado em: Notícias | Tags:

© 2020 - OAB-PR - Coordenação de Informática - Todos os Direitos Reservados